Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Isso é lá deles...

Isso é lá deles...

9789896165505.JPG

A minha filha comprou, no Festival de Banda Desenhada de Beja, um exemplar da saga Capitão Cuecas. Desde o primeiro dia, cheio de paternalismo, gozei com o Capitão Cuecas, essa "pérola da literatura mundial". No passado fim-de-semana fomos a Lisboa e tivemos a oportunidade de ir ver o Capitão Cuecas ao cinema. Mais uma vez, exibi, com bastante parvoíce à mistura, alguma sobranceria: "Ui, vamos ver o Capitão Cuecas! Graaaaande filme, pá... Porra, mais um filme para miúdos". 

15:20, sala cinco do Almada Fórum. Estive sentado numa sala onde vi um dos melhores filmes de que me lembro, e que, no final, até teve direito a palmas. Graficamente é muito similar ao livro, impecavelmente bem escrito (com aquela precisão de relojoeiro), e com óptimas piadas que fizeram a delícia dos miúdos e dos pais. 

Mas do que mais gostei no filme foi da demonstração de que é essencial estimular a criatividade das crianças, e de que é bom preservar o direito a ser, nem que seja muito de vez em quando, um bocadinho pateta. E sim, o mundo precisa de um pouco de patetice.

É importante que preservemos e estimulemos o sentido de humor das nossas crianças. Para que crescer (e viver) não seja tão difícil como realmente é.